Softwares

Veja o que um bom controle de estoque pode fazer por sua distribuidora

Veja o que um bom controle de estoque pode fazer por sua distribuidora

No processo de controle de estoque de uma distribuidora existem desafios como planejar, monitorar e replanejar o material armazenado.

Isso não é novidade para quem trabalha na área. Mas qual é, realmente, o diferencial de um controle rigoroso? Pode-se dizer que, quando uma empresa investe no monitoramento do armazém, ela é capaz de prever o futuro. Como? Catalogando pedidos, cruzando dados e analisando informações e histórico de vendas.

 

Um controle de estoque bem feito é capaz de prever o quanto que será necessário armazenar ou mesmo comprar no próximo pedido à indústria, por exemplo. Isso quer dizer otimizar o investimento em estoque, diminuindo a necessidade de capital investido. Esse capital é caro e aumenta gradativamente já que o custo financeiro também sobe.

Uma boa administração do estoque serve para minimizar o capital de giro parado em mercadorias armazenadas.

controle de estoque

controle de estoque

É óbvio que uma distribuidora não pode trabalhar sem estoque mínimo, mas se o controle é levado a sério, há reduções de desperdício e desvios e também evita-se um investimento exagerado. Lembre-se que um investimento que não corresponda à rotatividade dos produtos no armazém é prejudicial ao de capital de giro.

Para ajudar nesse desafio, existe o MRP (Material Requirements Planning), que faz o cálculo para saber quantos e em que momento os produtos deverão estar disponíveis no armazém da distribuidora. Também é possível fazer isso usando uma planilha de Excel, que embora não esteja tão integrada com o resto dos processos, pode ser bem eficiente dependendo do porte do seu negócio e das suas necessidades.

Outra dica é dividir os produtos por categorias e criar códigos para cada um deles, principalmente em grandes armazéns com muita variedade de mercadorias. Dessa forma, você mantém tudo em ordem e facilita a localização na hora da saída para entrega.

Pode parecer simples, mas o controle de estoque vai influenciar no resto do processo. Por isso, estabeleça processos, mapeie o fluxo de saída dos produtos para calcular a frequência de reposição e mantenha um histórico de distribuição.

Essas tarefas são muito complexas se forem feitas em planilhas. Por isso recomendamos usar um sistema de WMS, que é o software que controla a movimentação e armazenamento de mercadorias do seu estoque.

Para saber mais sobre como o sistema de WMS pode te ajudar no controle do estoque, basta clicar na imagem abaixo e falar com um de nossos consultores.

Cotação Software de logística
Click to add a comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Softwares

Paulista, conectado 24h na internet, curioso pelos números, extremamente ligado ao mundo da Tecnologia e Logística. Contato: mauricio@roadapps.net

Logística na Nuvem é um portal de conteúdo educativo para o mercado de logística e transporte. Tire dúvidas, busque informações, peça uma cotação com empresas parceiras e muito mais!

  • - Gerenciadora de Risco
  • - Software de Logística
  • - Isca Eletrônica para Carga
  • Seguro de carga

Copyright © 2015 Logística na Nuvem